28 de junho de 2017

Reunião de Pais na escola da Jaqueline

Fiquei tão feliz na reunião com a querida professora. É muito bom depois de 2 anos a Jaque afastada perceber a alegria dela em ir ver os amigos, ter a rotina dela de volta!
Acredito que tudo acontece no momento certo, são muitas lutas é verdade, mas o amor que temos nesse lugar é extraordinário!
Ela se adaptou antes do tempo, ama ir pra lá. Foram só elogios à respeito dela! 
Agradeço de coração a todos que cuidam da minha filha com tanta dedicação e amor na escola. Posso dizer que lá temos amigos verdadeiros que cantam, encantam, ensinam, auxiliam, dividem, somam e multiplicam e nos fazem sentir melhores e maiores do que somos!
Ver as fotos da Jaque rindo nas atividades com a caixa vazia de pasta dental na mão, e em todas atividades super esperta e feliz não tem preço! 
As férias estão chegando, estou preparando ela pois ela fica esperando pra ir, mas vamos aproveitar muito para renovar as energias e voltar com tudo!


Adriana

27 de junho de 2017

Consulta Triagem com Ambulatório Adulto.

A Jaqueline teve essa consulta pois foi encaminhada da unidade pediátrica para o Ambulatório adulto de Cardiologia pois ela completa 18 anos em setembro.

O médico me explicou que ela tem uma mal formação na valva aórtica ou seja a dela é bicúspide, (tem 2 ao invés de 3)e disse que isso não é nada preocupante pois a dela se mantém sob controle, sem piora e que muito dificilmente avançaria pra algo pior. Que mesmo sem fazer os exames, um exame físico mostra se precisa atenção maior. Não apresenta sinal de sopro, dificuldade respiratória nem cardíaca.

Que os cuidados devem ser mais pela hipertensão dela do que essa alteração. Que o necessário à ela é um ecocardiograma a cada 2, 3 anos, nem precisaria ser anual pois não muda nada de um ano ao outro. E falei sobre as medicações que ela vem tomando, que uma delas alterou a taxa de potássio,e que com uma pressão de 9x5, 9x6 por exemplo fica muito cansada e sonolenta, com uma diurese aumentada. 

O que ele me sugeriu é conversar com a unidade da Nefro e falar sobre essas medicações. Na opinião dele, ela deveria ficar apenas com 1 medicação (o anlodipino) em dias alternados, pois não considera pro caso dela o carvedilol e enalapril benéficos. Essas medicações todas não ajudam em nada o coração dela, apenas a hipertensão. 

E disse o seguinte: O prontuário dela está há 18 anos quase ali, e por causa da idade querem mandar algo que não requer tanto cuidado pra cá só por causa de idade? O mais importante é a necessidade dela. Então converse com eles.

Ele fez um relatório de consulta e disse pra entregar na Pediatria para acompanhamentos periódicos. Na opinião dele é melhor que afaste esses acompanhamentos pois seria uma coisa a menos pra ela ter rotinas tão severas em algo tão simples. Que se caso piorasse algo a médica fizesse uma nova solicitação de consulta lá com eles.

Agora em Agosto, terei que falar com a Nefro pois a cardio de lá não agendou consulta e vamos ver se ela vai aceitar a conduta do médico, ou vão nos mandar pra outra unidade adulta. O importante é ela ter esses acompanhamento independente que discordem um da conduta do outro. Eu como mãe tenho que apontar as queixas, sugestões e informações sobre a Jaque para que eles tenham uma conduta melhor à ela.

Enfim, vamos aguardar a consulta da Nefro pra ver o que pode ser feito.

Até breve!

Adriana.

15 de junho de 2017

Vacina de Gripe (Influenza) e Festa Junina

No dia 02/06 a Jaque teve uma consulta com a médica da família. Precisei passar pois como mudamos de cidade recebemos a visita da agente de saúde para nos orientar em tudo que ela precisa. Falei das vacinas atrasadas (reforço dos 15 anos e ela está com 17) e a da gripe. Quanto a de reforço, sei que a cada 10 anos é necessário, assim como a da gripe a cada ano. Ela está no grupo de risco por ser cadeirante, hipertensa e ter alteração cardíaca. Confesso que estava em dúvida se dava ou não por causa das reações. A de braço dolorido não teve (deram com agulha de bebe por ela ter o braço muito fininho), nem febre nem dor.

Mas, no dia 04 ela acordou resfriada. Não foi nada que complicasse, mas foi a danada da reação! Depois uma tosse alérgica que passou com xarope caseiro. 
Entre prós e contras - muitas pessoas não querem tomar a vacina, e outra falam que é preciso, preferi dar mesmo na dúvida e segundo o que dizem tomando as vacinas anualmente o risco de qualquer gripe evoluir para uma pneumonia é menor.

As reações passam, mas uma gripe pode virar uma pneumonia que pode ser fatal. Por ela não ter a mesma movimentação que nós, a gripe sempre é mais complicadinha, dolorida, então depois da vacina tudo ficou bem, até dançou na festa junina da escola. Ela ama essas todas comemorações e festividades da rotina, fica ansiosa, se diverte e curte muito.

Até a próxima,

Adriana